Comerciante entregou débito de cliente a agiota

Comerciante entregou débito de cliente a agiota

Um comerciante ubatense encontrou uma nova forma de cobrar as dívidas de seus clientes. Ao invés de contratar uma empresa especializada em cobrança, acionar os pequenas causas ou inserir os nomes dos devedores nos órgãos de proteção ao crédito, o comerciante entregou as dívidas de seus clientes para serem cobradas por agiotas. A denúncia foi feita no Programa Primeira Página, da Rádio Povo.

Uma senhora que não teve o nome revelado disse estar sendo pressionada por um agiota, mais precisamente um cigano, que além da dívida acrescida de juros exorbitantes ainda está cobrando a sua porcentagem. Durante o Programa diversas pessoas participaram ao vivo e também revelaram estar sendo vítima de extorsão. “Estou com medo dessa situação”, disse uma das vítimas.

O advogado Clemilson Ribeiro, consultado pelo Primeira Página, disse que a cobrança é ilegal e que o comerciante que infringir tal constrangimento ao cliente pode ser processado. Além disso, fere os direitos do consumidor. O comerciante que passou os débitos para serem cobrados por agiotas não teve o nome revelado.

Redação Ubatã Notícias