Anúncio foi feito nesta quarta-feira

Anúncio foi feito nesta quarta-feira

A presidente Dilma Rousseff anunciou na noite desta quarta-feira (23), em pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, a antecipação do desconto na conta de luz, que passará a vigorar a partir desta quinta-feira(25). Inicialmente, ela estava prevista para valer só em 5 de fevereiro. Dilma descartou ainda qualquer necessidade de racionamento de energia “no curto, no médio ou no longo prazo”. Dilma reiterou que a redução da conta de luz será de 18% para residências e de até 32% para indústria, comércio e agricultura. A informação já havia sido dada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) hoje à tarde.

Os percentuais são maiores do que os estimados anteriormente pelo governo. Em setembro passado, quando anunciou o plano para baratear a tarifa de energia, a presidente disse que o corte seria, em média, de 16% para residências e de até 28% para a indústria. “Com essa redução de tarifa, o Brasil, que já é uma potência energética, passa a viver uma situação mais especial no setor elétrico. Somos agora um dos poucos países que estão, ao mesmo tempo, baixando o custo da energia e aumentando a sua produção elétrica”, disse Dilma. Ela assinou hoje um decreto e uma medida provisória com os novos índices de redução das tarifas. (Uol)