O Corpo de Bombeiros fez a última inspeção na Kiss em 2011

O Corpo de Bombeiros fez a última inspeção na Kiss em 2011

O Corpo de Bombeiros de Santa Maria (RS), responsável por verificar problemas em casas noturnas da cidade, teve dois meses para vistoriar a boate Kiss, mas não o fez por “questões administrativas”. Em setembro, os donos do estabelecimento receberam notificação sobre o vencimento, no mês anterior, do alvará de segurança contra incêndio. Por causa disso, em novembro, a casa informou os bombeiros sobre a necessidade de nova inspeção, que nunca ocorreu. “O Corpo de Bombeiros fez a [última] inspeção em 2011, e a espuma não estava lá”, disse o coronel Sérgio Roberto de Abreu, comandante-geral da Brigada Militar. Segundo reconstituição do incêndio, realizada nesta quarta-feira (30), a boate tinha no teto um revestimento acústico de espuma de poliuretano, cuja queima causada por um artefato pirotécnico deu início ao incêndio que, até agora, matou 235 jovens. Informações da Folha.