Horário termina a meia-noite deste sábado

Horário termina a meia-noite deste sábado

O horário de verão que termina na zero hora do domingo – na madrugada de sábado para domingo – rendeu uma redução na demanda no horário de pico de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo, segundo informação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta sexta-feira. No horário de verão anterior, a redução de demanda no horário de pico foi de 2.555 MW, representando 4,6%. De 2011 para 2012, a mudança de horário gerou uma economia de R$ 160 milhões, já que reduziu a necessidade de uso das térmicas. No horário de verão de 2012 para 2013, a economia teria sido de R$ 200 milhões caso as térmicas não estivessem ligadas, o que a ONS chama de “despesa evitada”. A redução de gasto, no entanto, não ocorreu, já que todas as usinas térmicas estão ligadas. A redução no consumo de energia durante o horário de verão deste ano foi de 250 MW médios. “Os 250 MWmed de redução do consumo de energia foram incorporados aos ganhos de armazenamento no período e, valorizados por um custo médio de geração térmica, representam uma despesa evitada (pela população) de cerca de R$ 200 milhões”, informou o ONS, em nota. (G1)