Com bens bloqueados, prefeito tenta transferência para filhos, mas Justiça acaba com a farra

Com bens bloqueados, prefeito tenta transferência para filhos, mas Justiça acaba com a farra

O ex-prefeito de Ibirataia, Jorge Fair (DEM), quis pregar, na última semana, uma peça na Justiça Federal. Com uma artimanha que certamente aprendeu no submundo da política, o ex-gestor tentou transferir os seus bens para os seus dois filhos. A Justiça, no entanto, declarou a nulidade dos negócios jurídicos por alienação e manteve o patrimônio sob a “guarda” do ex-alcaide ibirataense.

Jorge Fair teve mais de R$ 2,7 milhões bloqueados pela Justiça Federal após uma auditoria realizada pela Controladoria Geral da União (CGU) nas contas da Prefeitura Municipal de Ibirataia no ano de 2008. O pente fino da CGU encontrou diversas irregularidades e provas robustas/contundentes de desvios praticados pela gestão Fair em recursos oriundos do Fundeb e também do PAB.

O ex-gestor tentou transferir os bens para seus filhos para escapar do bloqueio da Justiça Federal. A Juíza Federal Sandra Lopes Santos de Carvalho, no entanto, declarou a nulidade da “negociata”. Por ora, bens bloqueados e breve pausa/intervalos nas artimanhas jurídicas.

Redação Ubatã Notícias