Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias

Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias

Do Bahia Notícias

Parado na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara, o projeto de extinção dos 14º e 15º salários dos deputados federais deve ser enviado diretamente para a votação no plenário. Pelo menos foi o que garantiu ao deputado Afonso Florence (PT-BA) o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), em reunião nesta quarta-feira (20). Em encontro do colégio de líderes da Câmara Federal, os parlamentares também aceitaram acelerar a tramitação e a aprovação da proposta até mesmo em reunião com apenas os sete deputados da Mesa Diretora. O benefício, pago a deputados e senadores no início e no fim de cada ano, resulta em um gasto anual no Congresso de R$ 31,7 milhões. “Nenhum trabalhador recebe esses benefícios e com os parlamentares não pode ser diferente”, defendeu Florence, relator da proposta. Em 2012, os três pedidos de inclusão do projeto na pauta do plenário não foram atendidos e o relatório favorável do petista também não foi votado na comissão temática.