Ubatã terá aumento de cerca de R$ 950 mil em royalties (Foto: Ubatã Notícias)

Ubatã terá mais de 1,1 milhão em royalties anuais (Foto: Ubatã Notícias)

O Congresso Nacional derrubou, em votação nesta quinta-feira (07), os vetos da presidente Dilma Roussef (PT) à lei que muda a divisão dos royalties do petróleo. Estados produtores como Rio de Janeiro, Espírito Santos e São Paulo perderão receita com o novo modelo, que propõe uma divisão mais igualitária dos recursos, beneficiando estados e municípios que não produzem petróleo.

Após a derrubada dos 142 itens vetados na lei dos royalties, o próximo passo é o envio à Presidência da República. O anúncio oficial de rejeição do Parlamento aos vetos deve ser feito pelo presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), a presidente Dilma Roussef. Ela terá 48 horas para promulgar o novo texto. A nova lei, do senador Wellington Dias (PT-PI), passa a valer a partir do dia da publicação.

A partir da Lei promulgada, Ubatã passará a arrecadar em royalties o equivalente a R$ 1.150.768,00, ante R$ 186.849,00 do arrecado em 2011, um aumento de cerca de R$ 950.453,00. A derrubada do voto presidencial é comemorada por prefeitos de todo Brasil, evidentemente de cidades que não produzem petróleo.

MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO TAMBÉM BENEFICIADOS

Outros municípios da microrregião também serão beneficiados com a derrubada do veto da presidente Dilma Roussef, que trata da Lei de redistribuição dos royalties do petróleo. Gongogi receberá em 2013 o equivalente a R$ 493.186,00; Ibirapitanga passará a receber 986.373,00; Ubaitaba passará a receber 986.373,00; Ibirataia terá arrecadação de R$ 986.373; Itagibá arrecadará R$ 821.977,00; Ipiaú arrecadará R$ 1.643.955,00 oriundos dos royalties. O valor é anual.

* Ver mais Municípios

Redação Ubatã Notícias