A condenação saiu na madrugada desta sexta

A condenação saiu na madrugada desta sexta

Do Giro em Ipiaú

O goleiro Bruno Fernandes de Souza foi condenado à prisão na madrugada desta sexta-feira (8) pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e também pelo sequestro e cárcere privado da ex-amante e do filho Bruninho. A  juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues determinou uma soma total de penas de 22 anos e 3 meses – 17 anos e 6 meses destes em regime fechado. A ex-mulher de Bruno, Dayanne Rodrigues do Carmo, foi absolvida – a própria promotoria já havia pedido que ela fosse considerada inocente do sequestro e cárcere privado do filho de Bruno e Eliza, já que Dayanne, então esposa do goleiro, teria sido coagida a ficar com a criança. O julgamento aconteceu no Tribunal do Júri de Contagem, em Minas Gerais.