O prejuízo em dinheiro foi de aproximadamente R$ 10 milhões

O prejuízo em dinheiro foi de aproximadamente R$ 10 milhões

Do Bahia Notícias

Ações fraudulentas na distribuição de água – como os famosos “gatos” – causaram no ano passado um desvio superior a 3,4 bilhões de litros na capital baiana e demais cidades da Grande Salvador, conforme levantamento realizado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). O prejuízo em dinheiro foi de aproximadamente R$ 10 milhões, em cerca de 27 mil irregularidades registradas. Segundo a companhia, a quantidade de água roubada seria suficiente para abastecer Salvador por seis dias ou uma cidade do porte de Jequié, com 151.820 habitantes, por um ano. O superintendente de abastecimento da Embasa em Salvador e região metropolitana, José Moreira, informou ao jornal A Tarde que o consumo mensal de água nos locais onde há gatos (aproximadamente 34 mil litros) é quase o triplo do registrado, em média, por uma família soteropolitana (13,6 mil litros).