André Catimba treinou a Seleção de Ubatã no Intermunicipal de 1993

Catimba treinou a Seleção de Ubatã no Intermunicipal de 1993

André Catimba é um ídolo da história do Vitória. Na década de 70, o jogador formou ao lado de Osny e Mário Sérgio um dos melhores ataques da história do rubro-negro, na visão de muitos torcedores e críticos. É o segundo maior artilheiro nos 113 anos do clube, com 82 gols. A identificação com o Leão era tanta que, no final dos anos 1989 e 1990, Catimba retornou à Toca, mas dessa vez como treinador. No período, comandou os títulos baianos das duas temporadas. Além do Vitória, o atacante está presente também na história do Grêmio, clube que defendeu por três temporadas. A importância é tamanha que o ex-atacante faz parte do hall da fama do Olímpico, estádio do tricolor gaúcho. E, em entrevista ao Bahia Notícias, Catimba relembrou os grandes momentos do passado e comparou o futebol de antigamente com o apresentado hoje. Crítico, o ex-jogador falou sobre o desempenho do Bahia e do Vitória nas últimas temporadas, de Neymar e da desilusão com a Seleção Brasileira.

* Ler mais no Bahia Notícias

* Ver foto da Seleção de Ubatã de 1993