Jean está em seu primeiro mandato na Câmara Federal

Jean está em seu primeiro mandato na Câmara Federal

O deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) pediu reforço em sua segurança durante reunião com representantes da Secretaria de Direitos Humanos e do gabinete da ministra Maria do Rosário. Segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do parlamentar, a decisão foi tomada após “centenas de insultos e ameaças à vida e segurança do deputado recebidos nos últimos dias”.  De acordo com a nota, campanhas difamatórias contra o parlamentar estariam sendo incentivadas por pessoas ligadas ao deputado Marco Feliciano (PSC-SP), eleito recentemente presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal sob alegações de “racista” e “homofóbico”. Nesta semana, um vídeo divulgado em redes sociais intitulado “Pastor Marco Feliciano” mostra quem são opositores do pastor e cita, entre outros, o deputado Jean Wyllys, chamados de “líderes que fazem discursos políticos inflamados no preconceito contra cristãos”. Informações do Jornal do Brasil.