Os dados foram apresentados pelo IBGE

Os dados foram apresentados pelo IBGE

Apesar da aprovação da PEC das domésticas na última terça-feira (26) pelo Senado, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a maioria desses trabalhadores ainda está na informalidade. A cada dez trabalhadores domésticos, apenas três tinham registro na carteira de trabalho, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2011. A taxa de informalidade entre os empregados chega a 69%, e é ainda mais alta entre as mulheres, que são mais de 93,6% deste mercado. A informalidade para elas é de 70,7%, contra 53% entre os homens. Os dados levam em conta trabalhadores como motoristas, cuidadores, empregadas mensalistas e até as diaristas, um universo de 6,6 milhões de trabalhadores. Informações do G1.