Roberto Carlos foi preso pela CAEMA (Foto: Radar 64)

Roberto Carlos foi preso pela CAEMA (Foto: Radar 64)

Um trabalhador rural guardava um verdadeiro arsenal em sua casa, no Projeto Maravilha, zona rural de Eunápolis. Roberto Carlos Ribeiro Alves, 43 anos, que já vinha sendo investigado por policiais militares da CAEMA, foi preso na tarde desta quarta-feira (3). Foram apreendidos na residência dele três rifles calibres 22, 38 e 44, dois deles da marca Winchester, além de uma espingarda calibre 12. A polícia apura se Roberto Carlos tem alguma ligação com a onda de assaltos que vem ocorrendo nas localidades de Barrolândia e Ponto Central, no município de Belmonte. O acusado, que além de produtor rural também possui um pequeno comércio de alimentos na local, não quis dizer a reportagem qual seria a finalidade do armamento, mas declarou informalmente a um policial que já cometeu um assassinato. Sobre este crime, ele teria afirmado que se apresentou espontaneamente à polícia e que está respondendo em liberdade. O delegado de plantão deve autuar Roberto Carlos por posse ilegal de arma de fogo e também divulgar se, de fato, ele é mesmo um assassino. (Radar 64)