Dos três caixas que realizam saques, apenas um funcionava no momento da ação criminosa (Foto: Ubatã Notícias)

Dos três caixas que realizam saques, apenas um funcionava no momento da ação criminosa (Foto: Ubatã Notícias)

Como é de praxe, o Banco do Brasil não revelou se os bandidos obtiveram êxito na violação de um dos caixas eletrônicos da agência de Ubatã ocorrido na madruga deste domingo (08) e conseguiram levar algum dinheiro. A ação criminosa, a segunda em pouco mais de um ano, poderia ter sido ainda pior, isso porque dos três caixas da agência em que é possível realizar saques, apenas um deles estava operando.

Os bandidos não utilizaram maçarico e tampouco explosivos para danificar os caixas. Foi aberto um buraco no caixa eletrônico e vários fios foram cortados. A Polícia suspeita que foi utilizada uma nova modalidade de violação, invadindo o sistema do caixa com o uso de um notebook ou laptop para efetuar saques.

A Polícia Civil de Ubatã acompanha as investigações que são tocadas pelo Grupo Avançado de Repressão a Roubos em Instituições Financeiras (Garrcif). Uma equipe da perícia trabalha desde domingo na agência bancária do BB do município.

* Ver Vídeo

Redação Ubatã Notícias