A confusão começou após o Cigano agredir um pedreiro e seu filho com uma enxada

A confusão começou após o Cigano agredir um pedreiro e seu filho com uma enxada (Foto: Blog Marcos Frahm)

A pequena cidade de Lajedo do Tabocal, no Vale do Jiquiriçá, viveu um dia de tensão após conflito entre moradores e ciganos, nesta terça-feira (9). Segundo informações da Polícia Militar, uma confusão generalizada envolvendo moradores do bairro Alvolândia, e ciganos que residem na cidade gerou tensão na pequena Lajedo. Segundo o comandante da PM na região, Capital Michel Franc, a confusão foi iniciada por volta das 11h, após discussão envolvendo o pedreiro Adalício Santos, 57 anos, e o seu filho, Sérgio Queiroz Silva – ambos contratados para construir um banheiro na residência de um cigano que se negou a pagar pelo serviço prestado e desferiu golpes de faca e enxada em Adalício e Sérgio, após terem entrado em discórdia em frente à casa do cigano.

A casa, um carro e mais quatro imóveis dos ciganos foram destruídos pela população

A casa, um carro e mais quatro imóveis dos ciganos foram destruídos pela população (Foto: Blog Marcos Frahm)

Revoltados, por presenciar o cigano agredindo o pedreiro e o filho, populares saíram em defesa das vítimas e tentaram linxar o acusado, destruindo parcialmente a casa do indivíduo. Em seguida, foram em direção ao carro do cigano, apelidado de ”Manchinha” e tocaram fogo no veículo de sua propriedade, um Gol de placa NTB – 2009, licenciado de Simões Filho. Ainda de acordo com Michel Franc a confusão envolveu outros ciganos, que teriam utilizado ferramentas como: enxada, pá e até facão para tentar se defender dos moradores que se revoltaram com a ação. Pai e filho foram socorridos ao Hospital Álvaro Fagundes, em Lajedo do Tabocal, onde foi constada a necessidade de transferência de Sérgio Silva, que apresentava quadro grave, para o HGPV, em Jequié. Um cigano também ficou ferido e foi levado ao hospital local. Populares ainda danificaram mais quatro imóveis de ciganos que fugiram de Lajedo depois da baderna. (Fotos e Informações:Blog Marcos Frahm)