Docentes pressionam por aumento de 28% e param na segunda, dia 15 (Foto Adusc).

Docentes pressionam por aumento de 28% e param na segunda, dia 15 (Foto Adusc).

Do Pimenta

Os docentes das quatro universidades estaduais baianas vão fazer paralisação de 24h na próxima segunda-feira, 15, para pressionar o governo a negociar aumento salarial. Os professores exigem reajuste de 28%. Há possibilidade de greve na rede, o que vai depender das negociações em Salvador e das decisões tomadas em assembleias previstas para a próxima semana.

De acordo com os dirigentes da Associação de Docentes da Universidade Estadual de Santa Cruz (Adusc), Carlos Vitória e Marcelo Lins, o percentual exigido fará com que os salários pagos na Bahia se equiparem aos recebidos pelos docentes do Ceará, considerado os de melhor remuneração no Nordeste. Os da Bahia, segundo as associações docentes, estão entre os piores.