Em 01 ano, ex-prefeito gastou quase 4 milhões com locação de veículos (Foto: Ubatã Notícias)

Em 2011, ex-prefeito Gude gastou quase 4 milhões com locação de veículos (Foto: Ubatã Notícias)

A Câmara de Vereadores de Ibirapitanga vota, na próxima segunda-feira (22), as contas do executivo municipal referentes ao exercício financeiro de 2010, sob a responsabilidade do ex-prefeito Antônio Conceição Almeida (PSL), o Gude. As contas foram reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

O parecer do TCM aponta que, dentre as irregularidades, o ex-gestor gastou a incrível quantia de R$ 3.774.171,05 com locação de veículos, dinheiro suficiente para comprar uma frota de 125 carros populares, pagamento em duplicidade a alguns secretários de governo e falta de comprovação de gastos.

Para reverter a decisão do Tribunal, Gude precisa de 2/3 dos votos da Câmara Municipal. Como a votação tende a seguir critérios políticos, o ex-prefeito tem o que se preocupar, visto que não tem maioria no legislativo ibirapitanguense. Caso não reverta o parecer do TCM, Gude fica inelegível por oito anos.

Redação Ubatã Notícias