Em 30 anos, a Barragem de Tapera, em Itaparica, nunca chegou ao nível atual

Em 30 anos, a Barragem de Tapera, em Itaparica, nunca chegou ao nível atual

Devido à seca, a Embasa impôs racionamento de água em 96 municípios dos 362 que abastece. Além disso, a empresa monitora áreas com abastecimento considerado crítico. Em Itaparica, onde o  racionamento começou na terça-feira, 16, o nível da Barragem de Tapera chegou a 800 mil m³ dos 5 milhões m³ que é a sua capacidade para abastecer 26 localidades e mais um distrito do município de Jaguaripe. Caetité convive com o racionamento há 40 dias. O prefeito  José Barreira Filho diz que a escassez prejudica o funcionamento de creches e escolas. “Imagine uma creche, onde é necessário higienizar as crianças, sem água”,  completa. O prefeito conta que, na zona rural,  o volume dos reservatórios caiu 60%. Situada em uma região considerada chuvosa, Vitória da Conquista, está racionando água pela segunda vez. A primeira foi em maio de 2012.  (A Tarde)