Prisão foi efetuada por polícia indiana

Prisão foi efetuada por polícia indiana

A polícia indiana anunciou nesta quarta-feira (24) a detenção de um homem de 47 anos acusado de vender o neto recém-nascido a um empresário pelo Facebook. Com a ajuda de dois funcionários temporários do hospital onde aconteceu o parto de sua filha, Feroz Khan, morador da cidade de Ludhiana, no estado de Punjab, sequestrou o bebê e entrou em contato com o comprador pela internet. O valor da criança foi estipulado em 45 mil rúpias, o equivalente a quase R$ 1,7 mil. Segundo o policial Satish Malhotra, o menino já foi recuperado e devolvido à mãe. “As três pessoas que participaram na venda do bebê foram detidas e vamos interrogar o empresário que pagou para comprá-lo”, informou, ao lembrar que, caso sejam considerados culpados, os acusados podem ser condenados a sete anos de prisão. Informações da Folha.