Medida passa a valer a partir da próxima quinta-feira

Medida passa a valer a partir da próxima quinta-feira

O Sistema Único de Saúde (SUS) passa a realizar, a partir desta quinta-feira (25), a cirurgia plástica reparadora de mama imediatamente após sua retirada por decorrência de câncer. De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, caso não seja possível a reconstrução imediata, a paciente deve manter o acompanhamento médico e se submeter à cirurgia assim que alcançar as condições clínicas necessárias. A lei prevê que a cirurgia reparadora seja feita nas duas mamas, para garantir simetria e reconstrução de aréolas e mamilos. Em março, quando o projeto foi aprovado no Senado, a relatora da matéria, senadora Ana Amélia (PP-RS), ressaltou que a iniciativa vai beneficiar sobretudo as mulheres mais pobres. De acordo com a senadora, o projeto aperfeiçoa a legislação, ao concretizar um direito já previsto em lei, para que as mulheres possam contar com a reconstrução da mama em casos de mutilação devido ao câncer. (Bahia Notícias)