Nei foi preso pela PM de Ipiaú

Nei foi preso pela PM de Ipiaú

Preso pela morte do técnico agrícola Maurício José Sanches de Oliveira, 49 anos, o garçom Nei da Silva Andrade, 29, ex-namorado da vítima, confessou que, na noite do dia 14 de abril, agrediu Maurício com socos e pontapés após uma discussão que os dois tiveram no apartamento do técnico, na Rua Frederico Edelweiss, no Rio Vermelho. Maurício foi encontrado morto na terça-feira. De acordo com o delegado adjunto da 1ª Delegacia de Homicídios, Reinaldo Mangabeira, Nei é capoeirista e admitiu à polícia ter agredido o ex por não aceitar o fim do relacionamento. Segundo a polícia, ele teria pedido para voltar e Maurício disse que já estava com outra pessoa, o que motivou a agressão. “Após a prisão, ele confirmou que esteve de fato no apartamento naquele domingo à noite, onde, por questão de ciúmes, entrou em luta corporal com a vítima. Nei pegou um banco de madeira e atingiu o homem na cabeça. Logo depois, deu vários socos e pontapés em Maurício”, relatou. A prisão do rapaz, em Jequié, foi efetuada pelo Grupo de Apreensão e Captura (Grac) do DHPP, com apoio da 55ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), de Ipiaú. (Correio)