Manifestante marcham em protesto (Foto: Ubatã Notícias)

Manifestante marcham em protesto (Foto: Ubatã Notícias)

Cerca de 350 pessoas dos movimentos CETA, MTD e Pastoral Rural desocuparam, nesta quarta-feira (1º), a Usina de Funil, que distribui energia para diversos municípios do sul da Bahia. Os manifestantes marcharam da Usina até o município de Ubatã, distância de cerca de 10km, e fizeram um manifesto pelas ruas da cidade.

A desocupação da Usina de Funil foi feita após negociação com o governo do estado. Os manifestantes protestavam contra os efeitos da seca, que dizimou parte do rebanho baiano, a desmontagem da reforma agrária, recentemente equiparada a medida do Programa Brasil sem Miséria e a aposta governamental no desenvolvimento excludente baseado na exploração mineral e monocultura.

Os manifestantes ainda protestam contra a PEC 215, que pretende retirar o poder do executivo em demarcar territórios e transferi-lo ao Congresso Nacional. Em tempo, foi utilizado carro de som e a manifestação foi totalmente pacífica.

Redação Ubatã Notícias