Carpinteiro disse que estava bêbado e sofre de depressão (Foto: Reprodução / TV Tem)

Carpinteiro disse que estava bêbado e sofre de depressão (Foto: TV Tem)

O suspeito de ser o autor de um trote que mobilizou 12 equipes da polícia, bombeiros e até o helicóptero Águia em São José do Rio Preto (SP) na última segunda-feira, 29 de abril, foi preso na tarde desta sexta-feira (3). O carpinteiro Dorival Pereira da Silva, de 44 anos, foi detido na própria residência e, segundo a polícia, confessou ser o autor do trote. O ato não é crime, mas é classificado como contravenção, o que resulta em penas alternativas. O carpinteiro é ouvido na Delegacia de Investigações Gerais (SP) na tarde desta sexta-feira, mas ainda não havia explicado por que fez isso. Segundo a polícia, ele alegou estar bêbado no momento da ligação e que sofre de depressão. O trote custou mais de R$ 20 mil aos cofres públicos. Na gravação, cedida pela polícia ao G1, o homem começa perguntando para a policial se ela pode ajudá-lo. Logo em seguida, ele começa a chorar. Sem entender o que está acontecendo, a policial insiste e pergunta o que ocorreu, quando o homem diz “o pneu do carro estourou, eu perdi o controle do carro e o carro desceu”.

* Ler mais no G1