Jorge Fair teve as contas rejeitadas de 2010 e 2011
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) negou, na última quinta-feira (09), o pedido de reconsideração das contas da Prefeitura de Ibirataia referentes ao exercício financeiro de 2010, sob a responsabilidade do ex-prefeito Jorge Abdon Fair (DEM). O relator das contas foi o Conselheiro do Tribunal Paulo Marconi. O parecer apontou uma série de irregularidades da gestão Jorge Fair à frente do executivo, a exemplo de gastos de mais de 60% da receita corrente líquida do município com pessoal, quando o limite prudencial é de apenas 54%, e investimento aquém dos índices estabelecidos em saúde e educação. O TCM ainda manteve a multa de R$ 3 mil ao ex-gestor e o ressarcimento de R$ R$ 1.378,31. Jorge Fair terá de passar agora pelo crivo da Câmara Municipal, que deve votar as contas reprovadas do ex-prefeito referentes ao exercício de 2010 e 2011, estas últimas já estão no legislativo município. Tempo truvo para Jorge Fair.
Redação Ubatã Notícias