Observe esta charge com muita atenção. Você acredita que o texto seja uma animação sobre o nosso país? Na realidade o texto não fala de país, mas de pessoas, de brasileiros (por isso tem o mapa do Brasil representado). Atente para outros detalhes: além de desdentada, a boca possui rugas, numa possível referência aos idosos brasileiros; outro elemento que percebemos é o olhar cansado, vivido, que confirma a hipótese levantada. Juntando as informações colhidas no texto, podemos concluir, que há uma crítica da forma como o idoso vem sendo tratado em nosso país, ou seja, “maltratado”. Além disso, o olhar e o sorriso juntos demonstram conformismo, mas o nariz e o rosto rosados denunciam constrangimento por esta situação. Outra possibilidade de interpretação é considerar que nosso país em comparação com outros é jovem, ainda está em desenvolvimento. Historicamente, percebemos alguns erros que não se corrigem; poderíamos pensar numa possível ironia, uma crítica à juventude, à imaturidade do país. Esta ironia pode se caracterizar no nariz vermelho e redondo, lembrando o nariz de um palhaço. Quando lemos, acionamos diferentes competências e esquemas que nos auxiliam na construção do sentido da leitura, utilizamos algumas estratégias (consciente ou inconscientemente) que nos auxiliam no procedimento com a leitura. Para tanto, serão listadas algumas estratégias que já utilizamos; são práticas flexíveis para o leitor que precisa situar e contextualizar qual delas se aplica melhor àquele texto ou situação, não necessariamente precisando seguir uma ordem fixa, nem utilizar todas num mesmo texto. Segundo Naspolini (1996), as estratégias de leitura se dividem em: