Gude não conseguiu comprovar gastos (Foto: Ubatã Notícias)

Gude não conseguiu comprovar gastos (Foto: Ubatã Notícias)

O Tribunal de Contas dos Municípios condenou, nesta terça-feira, o ex-prefeito de Ibirapitanga, Antônio Conceição Almeida, o “Gude”. Ele cometeu várias irregularidades durante o exercício de 2010. Segundo o relator Paolo Marconi, o ex-prefeito de Ibirapitanga terá que devolver R$ 94.118. Ele também foi multado em R$ 10 mil. Gude não conseguiu comprovar o destino de mais de R$ 90 mil. O dinheiro teria sido pago à empresa Suarez Publicidade e Propaganda. O ex-prefeito não enviou ao TCM o conteúdo das matérias supostamente publicadas. Outra irregularidade foi o alto gasto com assessorias e consultorias jurídicas. O ex-prefeito foi intimado a apresentar justificativa, mas não encaminhou a documentação. Gude não foi localizado para comentar o assunto. Informações do Blog do Pimenta.