Foto: Reprodução
O Parlamento russo iniciou nesta segunda-feira (10) os trâmites para implantação de uma lei que proíbe a adoção de crianças por casais homossexuais no país. Na quinta-feira (13), reunião dos comitês de família e assuntos internacionais também tratará do tema, com a presença de ativistas franceses contrários à legalização do casamento gay. Na semana passada, na cúpula Rússia-União Europeia, o presidente russo, Vladimir Putin, adiantou que promulgará a proibição da adoção, apesar de negar que haja no país “discriminação” das minorias sexuais. “Estou farto desses casais homossexuais. É preciso mostrar menos agressividade e não aumentar o problema. Assim será melhor para todos. Acho que nossa legislação é muito liberal nesse sentido”, declarou. De acordo com o presidente da Câmara, Sergei Narishkin, as medidas para apresentação do projeto devem ser tomadas na próxima semana. Informações da EFE.