Secretário Estadual de Segurança Pública – Maurício Teles
Garantir a tranquilidade de turistas e baianos em Salvador durante a Copa das Confederações custará aos cofres dos governos estadual e federal R$ 93,3 milhões. Todo o aparato de proteção para o evento, que terá início no próximo dia 15 no país e 20 de junho na capital baiana, foi apresentado nesta terça-feira (11) pela Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP-BA). Do total investido, a União desembolsará R$ 43,2 milhões e a administração estadual R$ 50 milhões. De acordo com a pasta, quatro mil profissionais da área serão empregados no torneio, dos quais 2.305 policiais militares, que estarão nas ruas soteropolitanas, 695 bombeiros militares, 250 policiais civis e 60 agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Segundo o titular da SSP, Maurício Teles Barbosa, os recursos começaram a ser utilizados há dois anos. (Bahia Notícias)