Audiência
Ubatã FM
Publicidade




Governo já previa vaias contra Dilma e modificou cerimônia


O governo já previa manifestações contrárias à presidente da República na cerimônia de abertura da Copa das Confederações neste sábado (15), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e tentou alterar a programação do evento. Segundo a Folha, assessores da presidente Dilma Rousseff informaram aos dirigentes da Fifa que ela discursaria na tribuna de honra. Inicialmente, estava previsto um pronunciamento no campo, após a fala do presidente da entidade futebolística, Joseph Blatter. Depois, ela e o cartola suíço cumprimentariam os jogadores do Brasil e Japão. Ainda assim, a estratégia não deu certo e Dilma foi vaiada pelo público. Precisou abreviar sua participação: abandonou o discurso programado e declarou apenas a abertura da Copa das Confederações.

1 resposta para “Governo já previa vaias contra Dilma e modificou cerimônia”

Deixe seu comentário