Audiência
Ubatã FM
Publicidade






UN entrevista a prefeita Vera Franco

Vera Franco fala em avanços (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

Prefeita Vera Franco fala em avanços (Foto: Valdir Santos/Ubatã Notícias)

O Ubatã Notícias entrevistou, nesta quinta-feira (04), a prefeita de Barra do Rocha, Vera Franco (PSC). Na entrevista, Vera destacou as conquistas dos primeiros 180 dias de governo, falou sobre dificuldades encontradas, convênios que devem ser firmados com a União, metas do governo e muita mais. Confira.

UN – Pouco mais de 180 dias da gestão Vera Franco. Qual análise a senhora faz deste período? Houve progresso?

VF – Muito progresso. Muita mudança, merecimento ao título d governo “um novo tempo”, pois temos procurado fazer um novo tempo em Barra do Rocha em todas as áreas, principalmente na saúde, educação e assistência social. Os desafios são muitos, mas quando nos candidatamos já sabíamos das dificuldades e temos nos fortalecido para enfrentá-las e vencê-las.

UN – Salários atrasados, infraestrutura deficitária, ruas esburacadas. Quais problemas já foram superados em seis meses de governo?

VF – Esses problemas ficaram no passado, o que ainda é preciso é fazer uma reforma administrativa na folha de pagamento, pois está defasada, mas já conversamos com a nossa equipe e chegamos a um consenso que não é o momento adequado para sanar o problema, mas isto acontecerá. Estamos dialogando agora para que o município pague o piso nacional dos profissionais do magistério. É bom ressaltar, no entanto, que a maioria dos professores barrochense já recebem acima do valor do Piso. Acreditamos que avançamos muito nesses seis meses de governo.

UN – Barra do Rocha, que tem receita 0,6 do FPM, sofre com a escassez de recursos. Como tem sido administrar o município com orçamento tão apertado?

VF – É realmente muito difícil, pois temos de administrar uma folha de pagamento inchada, apesar das medidas que já tomamos no governo. Nasce, no entanto, uma esperança de melhora com a implementação da Fiol, obra administrada pela Valec e SPA, que deve gerar cerca de 1.800 vagas de emprego, que beneficiará não apenas Barra do Rocha, mas toda a região.

UN – Barra do Rocha está com o nome negativado no Cauc e, portanto, impedida de firmar convênios com a União. Como está o andamento para o município conseguir as certidões negativas de débito?

VF – Estamos vencendo este grande desafio da administração. Acreditamos que em até quinze dias teremos as certidões negativas de débito e o nome do município será retirado do Cauc. Assim, Barra do Rocha estará pronta para receber as obras já encaminhadas. Já há verba disponível para o município no Ministério das Cidades, mas estamos aguardando as certidões negativas. Sem dúvida, o município receberá muitas obras, que melhorarão a infraestrutura da cidade e gerarão emprego e renda para a população.

UN – Quais deputados terão o apoio da prefeita Vera Franco nas eleições de 2014?

VF – Ainda estamos definindo. É preciso analisar o melhor para Barra do Rocha e escolher políticos compromissados com a nossa terra, com a nossa gente. Por isso, dialogamos com o nosso grupo e também com o nosso partido para chegar a um consenso e definir o que é melhor para o nosso município.

UN – O povo está cada vez mais atento e de olho em políticos Copa do Mundo…

VF – O povo é inteligente e está aprendendo a votar. Político que só aparece de 04 em 04 anos serão cada vez mais raros no cenário político brasileiro. Então, terá o nosso apoio quem se comprometer com o nosso município, com a nossa gente. Por isso, é que estamos escolhendo com cautela quem serão os nossos representantes.

UN – Qual a relação institucional da gestão Vera Franco com a Câmara Municipal? Tem maioria no legislativo barrochense?

VF – A relação é excelente. Uma relação de parceria. Os vereadores de nosso município são participativos, companheiros e auxiliam o governo na fiscalização e também fazem críticas construtivas, que ajudam a melhorar ainda mais a gestão. É preciso destacar ainda que a relação é independente e autônoma. A relação não é de subserviência, mas de respeito mútuo e serenidade. Não temos dúvidas de que esta parceria renderá muitos frutos para o povo de nossa Barra do Rocha.

UN – Quais as principais carências relacionadas ao setor público podem ser identificadas em Barra do Rocha?

VF – Precisamos melhorar as políticas de fomentação de emprego e renda; infraestrutura nos bairros mais carentes, melhorias habitacionais e a implementação de cursos profissionalizantes para atender as demandas das empresas já existentes e das que serão implantadas pelas empresas vindouras. Mas estamos trabalhando e já demos um salto de qualidade em vários setores, com a recuperação das escolas rurais e urbanas, recuperação de vias públicas, regularização da coleta de lixo, pagamento em dia dos servidores e uma série de obras de infraestrutura, a exemplo da iluminação do trecho urbano da BR-330.

UN – A FIOL implantou o seu pátio em Barra do Rocha e será implantado nos próximos meses no município a Usina Termoelétrica. O que o município deve fazer para participar ativamente do desenvolvimento da região?

VF – Primeiro, é preciso qualificar a mão de obra do município para que a nossa gente esteja preparada para o ritmo de crescimento que a região experimentará. Em segundo lugar, precisamos melhorar a infraestrutura do município para que seja um local atrativo não apenas para as empresas, mas também para os funcionários que serão contratados. Temos uma região atrativa para a implantação de um polo industrial, pois temos água em abundância, mão de obra e a questão da energia será solucionada com a implantação da Usina Termoelétrica.

UN – Na campanha, a senhora chegou a confessar que cometeu falhas relativamente graves durante a primeira gestão. Naquele momento a senhora não colocou a sua eleição sob risco?

VF – As pessoas que falam a verdade são sempre premiadas. Em nosso primeiro mandato todos os municípios baianos sofreram quedas bruscas de arrecadação, o que trouxe uma série de problemas para a nossa gestão. Falhamos em algumas áreas, mas o nosso governo tentou sempre fazer o melhor. Admitir na campanha que tivemos falhas, pois é importante trabalhar com a verdade e com o respeito com a nossa gente. O povo é inteligente e, mais uma vez, acreditou em nossas propostas e compromissos assumidos. Sem dúvida, manteremos os acertos de nosso primeiro mandato, mas as falhas certamente ficaram para trás. A população pode ter certeza que faremos uma gestão para marcar época em Barra do Rocha.

UN – Prefeita, quais as perspectivas de obras a curto e médio prazo para Barra do Rocha?

VF – Solicitamos a academia dos idosos, que deve ser inaugurada em agosto; pista de skate; reconstrução da quadra poliesportiva do Colégio Municipal; reforma das escolas municipais; implantação de mais um PSF e também a implantação de uma Farmácia Popular. Sem dúvida alguma, o município receberá muitas obras nos próximos meses, sobretudo a partir da retirada do nome de Barra do Rocha do Cauc.

UN – Daqui a 04 anos, como a senhora vê o município?

VF – Com um grande avanço, uma cidade mais feliz, mais próspera, com crescimento na saúde, educação, assistência social e infraestrutura. Enfim, uma cidade que traga orgulho a cada um de nossos moradores. Queremos também uma cidade mais justa, que crie empregos e gere rende. Uma cidade que trate todos os seus filhos de maneira igualitária. E este vai ser o grande desafio de nossa gestão, transformar Barra do Rocha num novo tempo. O desafio é grande, mas contamos com o apoio da comunidade, de nossa equipe, da Câmara Municipal, de Deus.

UN – Considerações Finais.

VF – Hoje me sinto mais fortalecida e consciente do nosso dever de promover avanços na administração do município de Barra do Rocha nos diversos setores. As dificuldades são grandes, mas gostaria de dizer ao nosso povo que é chegado o novo tempo, o tempo de respeito ao funcionário público, às pessoas, às instituições, enfim, a nossa gente. Podem ter certeza que estamos trabalhando todos os dias para transformar o destino de nosso município. Dias melhores virão.

2 respostas para “UN entrevista a prefeita Vera Franco”

  • Tenebroso da Cruz says:

    Eu acompanhei a gestão passada a distancia, e estou acompanhando esta gestão atual, e não vejo tantas melhoras como foi citada pela gestora, concordo que o salario esta sendo pago em dias, mais em compensação, a prefeitura continua fazendo contratos irregulares, alguns funcionários contatados recebem pagamentos em casa, sem se quer ter uma locação trabalhista, o nepotismo continua a revelia, e as de cisões do município são de responsabilidade do filho da gestora, D. vera está brincando de administrar.

  • Bela says:

    Parabens Dona vera! queria ter tido o orgulho de ter votado na senhora.

Deixe seu comentário