A Bahia tem 264 municípios identificados pelo MS

A Bahia tem 264 municípios identificados pelo MS

A Bahia tem 264 municípios identificados pelo Ministério da Saúde (MS) como prioritários para receber profissionais do programa Mais Médicos, do governo federal, na intenção de interiorizar a atenção à saúde. Os números, divulgados ontem pelo Ministério da Saúde (MS), colocam a Bahia na liderança nacional entre os estados com maior número de áreas com carência de médicos. Em todo o país, são 1.557 cidades identificadas como prioritárias para receber os médicos do programa. Os editais do programa Mais Médicos que vão permitir que profissionais se candidatem a vagas no interior e as cidades solicitem profissionais também foram lançados ontem. O anúncio foi feito, pela manhã, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em entrevista coletiva na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A Medida Provisória (MP 621) que cria o programa foi publicada ontem no Diário Oficial da União. A MP prevê o recrutamento de médicos estrangeiros caso os brasileiros não preencham as vagas, a abertura de vagas de graduação e de postos de especialização em locais  prioritários e a obrigatoriedade de o estudante de Medicina prestar serviços para o SUS por dois anos antes de receber o diploma — as novas diretrizes valem para os estudantes que ingressarem a partir de 2015.  (Correio)