Pelo menos cinco PMs que tentaram suicídio

Pelo menos cinco PMs que tentaram suicídio

Na Polícia Militar da Bahia, 40% dos servidores afastados por problemas de saúde apresentaram distúrbios mentais e de comportamento. Dados do Centro de Perícias Médicas Militares (CPMM) mostram que, entre 2008 e 2012, a PM-BA registrou 184 afastamentos definitivos e temporários. Reportagem do Correio mostra que os casos de síndrome do pânico, tensão pós-trauma, transtornos compulsivos e depressão se multiplicam e são cada vez mais comuns. Pelo menos cinco PMs que tentaram suicídio estão atualmente em tratamento no Serviço de Valorização Profissional (Sevap), responsável pelos atendimentos psicológicos na corporação. Nos números não estão contabilizados os 27 encaminhamentos para atendimentos psiquiátricos em instituições externas. Como não há psiquiatras na PM, eles são levados para locais como o Núcleo de Atendimento Psicológico da Secretaria da Segurança Pública (Nead), Sanatório São Paulo e algumas fundações. (Bahia Notícias)