Foto: Reprodução

A população carcerária feminina aumentou 256% em 2012, informou nesta quinta-feira (25) o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini. O incremento em relação aos homens foi quase a metade no mesmo período, 130%. Atualmente, 7% de todos os presos no Brasil são mulheres, o que corresponde a algo em torno de 36 mil detentas. Há mais de 550 mil pessoas em presídios no país e um déficit de 240 mil vagas, das quais 14 mil são para mulheres. Dados do Ministério da Justiça mostram que o perfil das presas brasileiras é formado por jovens, dois terços do total têm entre 18 e 34 anos; negras, 45% são pretas ou pardas; responsáveis pelo sustento da família, 14 de cada 15 mulheres; e com baixa escolaridade, 50% têm ensino fundamental incompleto. (Bahia Notícias)