Cláudio foi preso no Jardim Cruzeiro, em Salvador

polícia apresentou um homem que se passava por empresário de cantores do “Axé Music”, policial civil e até assessor parlamentar de políticos baianos. Cláudio Luiz Lima de Moradillo, de 38 anos, que também se apresentava como técnico da Receita Federal, foi preso na última terça (30), no bairro Jardim Cruzeiro, em Salvador. De acordo com os investigadores, o estelionatário era investigado há quatro meses e foi encontrado com um distintivo e um brasão com o símbolo da Polícia Civil, além de um revólver calibre 38, sem numeração. De acordo com o titular da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), Nilton Tormes, diversos golpes eram aplicados pelo acusado, autuado por usurpação de função pública, falsidade ideológica e porte ilegal de arma. No interrogatório, de acordo com a polícia, ele afirmou que revendia produtos eletroeletrônicos, supostamente apreendidos pela Receita Federal, obtidos ilicitamente. A polícia apurou que muitas vítimas com as quais ele negociava pagavam antecipadamente pelo bem, mas não recebiam o produto, nem tinham o dinheiro devolvido. Ainda segundo os investigadores, Moradillo também costumava efetuar compras e não honrar as dívidas, crime caracterizado como estelionato. Também há denúncias de que, armado, abordava pessoas nas ruas em atitude considerada ilícita, na tentativa de extorqui-las. Cláudio Luiz está custodiado, à disposição da Justiça. (A Tarde)