Foto: Alexandre Souza/Folha da Região

O prefeito de Birigui, no oeste paulista, Pedro Bernabé (PDT), e seu vice, Carlito Vendrame (PSD), foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) por compra de votos. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o teor da sentença proferida na semana passada revelou que votos foram pagos em duas partes: uma de R$ 50, antes das eleições; outra, de R$ 70, depois da vitória. Os eleitores que toparam participar do esquema eram orientados sobre o local do recebimento da segunda parcela por meio de mensagens SMS. A central de pagamentos era uma fábrica de móveis do então prefeito Wilson Borini (sem partido), que apoiou Bernabé e colocou dois filhos e um sobrinho para trabalhar de coordenadores na campanha do aliado. Em uma reunião no local citado, candidatos a vereador receberam a incumbência de comprar, cada um, 20 votos para eleger Bernabé e tentar reverter as pesquisas que indicavam vitória do segundo colocado, Roque Barbiere (PTB). Bernabé venceu o pleito com 30.985 votos (50,42%) ou 5.313 votos à frente de Barbiere. (Bahia Notícias)