Ana Marta usava procuração falsa, segundo polícia (Reprodução Facebook)

A polícia de Porto Seguro prendeu, na última sexta-feira (2), Ana Marta Pinto e Carlos Alberto Araujo, suspeitos de tentar vender um terreno em Arraial D´Ajuda , pertencente a outra pessoa, usando uma procuração falsa ao comprador.

O terreno seria vendido por R$ 1 milhão, segundo a polícia. Os suspeitos apresentavam muitas facilidades para o pagamento.

O comprador conseguiu entrar em contato com o proprietário do terreno, que disse desconhecer a procuração, informou o blog Políticos do Sul da Bahia.

Ana Marta Pinto é natural de Itabuna e bastante conhecida na cidade, frequentava a “sociedade” local.

Os suspeitos devem responder por estelionato e uso de documentos falsos. Se forem condenados, eles podem pegar até quatro anos de prisão. (Pimenta)