Governo Dilma começa a recuperar, timidamente, popularidade

A presidente Dilma Rousseff recuperou parte da popularidade, após uma queda de 35 pontos percentuais na aprovação de seu governo, aponta a última pesquisa Datafolha, finalizada nesta sexta-feira (9). No auge dos protestos que ocorreram por todo o país, a petista teve sua administração avaliada como ótima ou boa por 30% dos entrevistados, no final de junho. O último levantamento revelou que o índice subiu para 36%. Na pesquisa deste mês, o percentual dos que consideram o governo ruim ou péssimo oscilou de 25% para 22% e daqueles que acham a administração regular passou de 43% para 42%. A aprovação à presidente é maior entre os mais pobres. Na faixa das pessoas que recebem até dois salários mínimos, 41% aprovam o governo. A menor taxa de aprovação (29%) está entre os mais ricos, que ganham mais de dez salários mínimos. No entanto, foi neste grupo que a presidente conseguiu o maior aumento entre aqueles que consideram a sua gestão ótima ou boa. O crescimento foi de oito pontos percentuais. A maior popularidade de Dilma foi contabilizada em março, quando 65% opinaram que a sua administração era ótima ou boa. (Bahia Notícias)