Dilma está mais presentes em eventos fora de Brasília

A presidente Dilma Rousseff duplicou o número de viagens pelo país após os protestos de junho, informa reportagem da Folha de S. Paulo. Antes das manifestações, a petista mantinha uma média de um dia de viagem para cada 7,3 dias de governo. Agora muito mais presente em eventos fora de Brasília, a presidente viaja um dia a cada 3,6 dias. A popularidade de Dilma despencou após os atos e atingiu 30%, o pior índice de sua administração. Em pesquisa Datafolha divulgada no último sábado (10), houve uma recuperação de seis pontos percentuais. Além de viajar mais, Dilma tem concedido mais entrevistas a rádios locais. “Ela está viajando, e a gente quer muito que ela faça isso. Onde a gente vai, mesmo que o enfoque não seja só positivo, sempre se consegue espaço nos jornais regionais”, afirmou o secretário de Comunicação do PT, Paulo Frateschi. Como parte da nova postura, o objetivo do governo é que a presidente visite os cinco estados em que ainda não esteve desde a posse: Roraima, Amapá, Mato Grosso, Acre e Espírito Santo. (Correio)