Foto: Reprodução

A polícia pretende ouvir, na tarde desta terça-feira (13), mais duas testemunhas na investigação da morte da família do estudante Marcelo Pesseguini, em São Paulo. De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a primeira a ser ouvida será a diretora da escola onde o garoto estudava. Deve ser interrogado também um colega de turma de Marcelo Pesseguini. Não há outras testemunhas agendadas para esta terça, no entanto, por meio de nota, o DHPP disse que conforme o andamento das apurações, outras pessoas podem prestar depoimento ao longo do dia. Segundo a Folha, a polícia ouviu até esta segunda (12) 22 testemunhas no inquérito que investiga a morte de cinco pessoas da mesma família na Brasilândia. (Bahia Notícias)