Foto: Divulgação

A Justiça Federal no Ceará condenou a seis anos de prisão o professor do Colégio Christus, Jahilton José Motta, pelo vazamento de 14 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2011. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), as questões foram divulgadas aos alunos da unidade educacional durante um pré-teste do Enem, uma semana antes do exame. A sentença atribuiu quatro anos de reclusão, mais pagamento de multa pelo comprometimento de conteúdo sigiloso de concursos públicos ou processos seletivos para ingresso no ensino superior. Os outros dois anos são por crime de estelionato – por obter para si vantagem ilícita em prejuízo a outrem –, mais multa. Ao todo, o professor foi condenado a pagar 400 salários mínimos, sendo 200 para cada crime. (Bahia Notícias)