Audiência
Ubatã FM
Publicidade






Médicos chamam cubanos de ‘escravos e incompetentes’ e cercam prédio no Ceará

Foto: Igor de Melo

Médicos cubanos foram recebidos com vaias e chamados de “escravos” e “incompetentes” por profissionais cearenses na saída do primeiro dia do curso do Mais Médicos, do governo federal, em Fortaleza. Os revoltosos eram liderados pelo Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec) e exibiam faixas de protesto em que exigiam a obrigatoriedade do Revalida, exame para revalidação de diplomas de profissionais estrangeiros. Segundo matéria de O Povo, o protesto teve início às 18h e levou a segurança do local a fechar as portas para impedir o acesso dos manifestantes. O ato de protesto era conduzido pelo Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec). “Isso é uma palhaçada. Como se aprende medicina, português e legislação do SUS (Sistema Único de Saúde) em três semanas?”, bradou o presidente do Simec, José Maria Pontes. Por volta das 20h, quando a solenidade terminou, os manifestantes começaram a bater com força nas paredes de vidro do prédio, com ameaça de quebrá-las. Com os médicos estrangeiros presos no prédio, foi convocado reforço policial com carros da Polícia Militar cearense. (Bahia Notícias)

4 respostas para “Médicos chamam cubanos de ‘escravos e incompetentes’ e cercam prédio no Ceará”

  • Elinalva Barros says:

    Deus me livre de ter filhos atendidos por esses médicos (manifestantes), mal educados/as… Uma vergonha para o Brasil.

  • Elinalva Barros says:

    Uma coisa é exigir o revalida, outra é ser mal educado/a, preconceituos/a, racista… Quando os dentistas brasileiros foram barrados em Portugal, pediam a intervenção do governo para resolver a questão… Precisamos de fato de médicos estrangeiros, já que os nossos não têm comportamento de gente…

    Incompetente são médicos que trocam os nomes de pacientes em receitas, incompatentes são os médicos que só diagnosticam virose, incompetentes são os médicos que só receitam dipirona, incompetentes são médicos que ligam trompas de jovens sadias, incompetentes e escravos, são médicos que praticam “abortos” em clínicas particulares…

  • Elinalva Barros says:

    É uma tristeza muito grande para quem de fato é brasileiro, principalmente os que não têm condições de pagar Planos de Saúde…

  • Marcia says:

    Deveriam esses Doutores, aproveitar pra aprender com os recém chegados, além de um pouco de educação, profissionalismo, tecnologias (sim eles são muito avançados), patriotismo, dedicação, pontualidade e quem sabe medicina né!

Deixe seu comentário