Prefeito Edson Silva diminui salários sob o argumento (falácia) de não ter de demitir os cerca de 350 contratados de sua gestão

O prefeito de Jitaúna, Edson Silva (PT) realmente não se emenda. O gestor plantou na mídia a informação de que diminui o próprio salário em R$ 2 mil, do vice em R$ 1 mil e dos secretários de governo em R$ 500,00, tudo isso sobre o pretexto de não ter de demitir os funcionários públicos contratados em sua gestão.

Ocorre que, segundo informação oficial da própria gestão Edson Silva, a Prefeitura de Jitaúna contratou – sem concurso público ou processo seletivo – mais de 350 servidores, tudo isso para acalmar a base e fazer política com o dinheiro público, o que contraria determinação do TCM e da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Em matéria veiculada em sites da região e inclusive recebida pelo Ubatã Notícias via assessoria de imprensa, a gestão Edson Silva admite que está descumprindo as determinações da LFR quanto aos gastos com pagamento de pessoal. Em tempo de escassez de recursos, o gestor jitaunense dá mostras claras de que é “melhor” fazer política do que administrar com bom responsabilidade. (Ubatã Notícias)