Buerarema vive conflito entre fazendeiros e indígenas

Alunos das escolas públicas de Buerarema, no sul do estado, estão sem aula desde a última quinta-feira só devem voltar à sala de aula na semana que vem. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (28). A determinação foi da prefeitura por causa dos conflitos entre fazendeiros e índios na região. As escolas particulares, que estavam funcionando, também decidiram suspender as atividades. Médicos que atuam na zona rural não estão trabalhando com medo da violência. A cidade voltou a viver momentos de tensão na tarde do sábado (24). Segundo informação de moradores, um grupo de índios tupinambás, armados com fuzis, circulou pelas ruas do centro da cidade assustando a população. Produtores rurais tentaram enfrentar os índios, mas foram impedidos pela polícia. Revoltados, os manifestantes colocaram fogo em oito casas que pertenciam aos índios. Em algumas casas, os móveis foram retirados e queimados do lado de fora. Os manifestantes ainda saquearam e depredaram uma loja porque, segundo testemunhas, o dono vendia material de construção para os índios. (G1/Bahia)