Segundo Polícia, números podem ser maiores, pois parte das vítimas não presta queixta

Número total de agressões a mulheres pode ser maior (Foto: Ubatã Notícias)

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas realizada em agosto apontou que uma em cada cinco mulheres confessam já ter sofrido “algum tipo de violência de parte de algum homem, conhecido ou desconhecido”. O parceiro (marido ou namorado) é o responsável por mais 80% dos casos reportados. Segundo informações da Policia Civil de Ubatã, já ocorreu, apenas em 2013, 26 de casos de homens que foram enquadrados na lei 11.340/06 (Maria da Penha). Estes números podem ser ainda maiores se for levado em conta que parte significativa das mulheres não denuncia por medo de repressão do companheiro, que na maioria dos casos o álcool e o ciúmes são os principais fatores que levam os homens  a prática das agressões. Só no último final de semana, três pessoas foram presas e enquadradas na Lei 11.340/06. Em 2012, o  Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a Lei Maria da Penha pode ser aplicada mesmo que a mulher agredida não denuncie a violência. Segundo o TSE, qualquer pessoa pode fazer a denúncia. (Ueslei Souza/Ubatã Noticias)