Vanessa, Tchutchuca e Tânia foram apresentados hoje. No destaque, João, de 76 anos

Vanessa, Tchutchuca e Tânia foram apresentados hoje. No destaque, João, de 76 anos

Uma família de traficantes foi presa pela Polícia Civil com dois quilos de maconha em Salvador. Três dos quatro membros foram apresentados hoje no auditório do Departamento de Homicídios, em Salvador, dois dias após as prisões. João Pereira de Assis tem 76 anos e é padrasto de Demilson Sales das Neves, o Tchutchuca, de 24 anos, autor do assassinato do policial civil Mauro Sales Escabia Motta Coelho, 47 anos, morto em dezembro de 2012. A quadrilha ainda é composta pela mãe de Tchutchuca, Tânia Maria Sales das Neves, 53 anos,  e pela companheira, Vanessa Nascimento dos Santos, 23 anos. Além da droga, foram apreendidos R$ 18,00 e quatro aparelhos celulares. Segundo os delegados Clelba Regina Teles e Luiz Marcelo, Vanessa disse que a família sobrevive do tráfico há sete anos. A mãe de Tchutchuca, Tânia Maria, afirmou que o jovem traficante comete crimes desde os 15 anos. João, Tânia, Vanessa e o traficante e homicida foram autuados por tráfico de drogas e associação ao tráfico. “Tchutchuca”, segundo a polícia, integrava a quadrilha do presidiário Reinaldo dos Santos Catureba, o “Nau Catureba”. (Pimenta)