Adelino foi multado em R$ 2mil e condenado a ressarcir R$ 18 mil aos cofres públicos

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou – com ressalvas – na tarde desta terça-feira (17), as contas da Câmara Municipal de Gongogi referentes ao exercício financeiro de 2012, sob a responsabilidade do ex-presidente do legislativo Adelino Santos de Araújo (PT). O relator foi o conselheiro é Francisco Andrade.

O parecer do Tribunal apontou danos nas contas de Adelino Araújo, mas os danos foram classificados como sanáveis, daí a aprovação das contas com ressalvas. O ex-presidente do legislativo gongogiense, no entanto, foi multado em R$ 2 mil e condenado a ressarcir, com recursos próprios, R$ 18 mil aos cofres públicos.

Adelino Araújo concorreu à reeleição nas últimas eleições municipais, mas obteve apenas 55 votos. O ex-presidente – com a aprovação das contas – está ilegível e poderá concorrer novamente a uma cadeira na Câmara Municipal. (Ubatã Notícias)