Audiência
Ubatã FM
Publicidade






Ubatã: Falso Policial Militar teria utilizado fardamento de seu pai

Pai de falso policial seria Sargento da Polícia Militar (Foto: Ubatã Notícias)

O itabunense Rafael Praxedes Pereira, de 20 anos, que vinha se apresentando como Policial Militar e acabou preso pela PM de Ubatã, nesta sexta-feira (20), teria usado fardamento da corporação que pertencia a seu pai, que é Sargento da Polícia Militar, lotado em Itabuna. Segundo apurou o Ubatã Notícias, Rafael teria pegado a farda da PM que pertence ao seu pai e se apresentado, como Policial Militar, em algumas cidades do sul da Bahia, como Gongogi e Ubatã. Nesta última, Rafael acabou preso após pedir água no Pelotão da PM e o cumprimentar um superior apenas apertando a mão, quando o regimento reza por prestar continência. O falso policial foi conduzido ao Complexo Policial de Ubatã e pode responder pelo Artigo 307 do Código Penal, que reza “atribuir-se ou atribuir a terceiro falsa identidade para obter vantagem, em proveito próprio ou alheio, ou para causar dano a outrem”. Em tempo, Pessoas próximas a Rafael afirmam que ele tem tido, nos últimos tempos, um comportamento estranho e confuso. O delegado Adelino Loyola investiga o caso.

CASO DO FALSO PM TEM REPERCUSSÃO ESTADUAL

A matéria do Ubatã Notícias sobre o falso PM foi notícia nos principais veículos de comunicação do estado, a exemplo da TV Bahia, Rede Record, Bocão News, Adelson Carvalho e G1. Nesta sexta-feira (20) a matéria do UN sobre o falso policial recebeu mais de 650 “curtidas” do facebook e mais de 3.900 visualizações de página. Em tempo, o Ubatã Notícias registrou, nesta sexta-feira, 5.412 IPs e mais de 10 mil visualizações de página no total. (Ubatã Notícias)

3 respostas para “Ubatã: Falso Policial Militar teria utilizado fardamento de seu pai”

  • anonimo says:

    Vai ser mentiroso assim no inferno. 5.412 IPs e 10 mil visualizações. Tá ganhando pra o G1. Que façanha…

  • anonimo says:

    Vai ser mentiroso assim no inferno. 5.412 IPs e 10 mil visualizações. Tá ganhando pra o G1. Que façanha…
    Vc acha que o internauta não pega o valor de visualizações que tem ai em cima e faz uma analogia não é.

  • Ebercley says:

    O problema dele é para ser tratado com psiquiatra, que a vontade de ser policia é melhor do que ser bandido!!! se fosse alguém que quisesse cometer crime não se apresentaria pra trabalhar na cia de policia???
    Tenho informações que mesmo detido e já com a história esclarecida ainda sustentava a tese de ser polícia, estudou no colégio militar, foi criado por policial militar tem primos,tios, amigos de farra que são policiais militares, guardas municipais e agente de transito, com essa influencia acabou culminando com atos insanos e fantasiosos, que era policial e recebia salário, comprou uma farda fiado e se caracterizou sem a noção do perigo que correu,saindo de uma cidade pra outra como policial militar e desarmado
    obs: não cometeu nenhum tipo de crime contra a sociedade e ou contra as pessoas.
    quem deseja marginalizar um rapaz que apresenta sinais claros de insanidade mental está equiparando-se a ele!!!!
    deve-se ter mesmo mais rigor na venda de artigos militares!!!

Deixe seu comentário