Dupla perdeu últimas eleições municipais com quase 4 mil votos de diferença (Foto: Divulgação)

Antônio Batista e Victor Fair ficaram inelegíveis por abuso de poder econômico

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) deu provimento, por unanimidade, a uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) interposta pela Coligação Leal a Ibirataia e deixou inelegíveis, por um período de oito anos, o ex-candidato a prefeito de Ibirataia, Antônio Batista (PSC), e o ex-candidato a vice, Victor Fair (PSL). A dupla ficou inelegível devido a abuso de poder econômico nas últimas eleições.

Segundo o Relator do Processo, o Juiz Federal Federal Saulo Casali Bahia, Antônio Batista e Victor Fair utilizaram voz e imagem da artista Mariele Machado em seus eventos eleitorais. Além disso, a dupla usou, durante evento político ocorrido no centro da cidade, locutor cujo papel era o de animador. A coligação recorrente acostou nos autos áudios, vídeos e fotografias que comprovaram o ilícito.

Antônio Batista e Victor Fair haviam escapado da ilegibilidade na Justiça Eleitoral de 1ª Instância, mas o TRE-BA reformou a sentença e deixou a dupla fora da disputa de qualquer pleito eleitoral nos próximos oito anos. O Acórdão que deixou Batista e Fair inelegíveis já foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE). (Ubatã Notícias)