Foto: Jornal Extra

Com a meta de matricular oito milhões de alunos até o final de 2014, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) vai receber, até lá, investimento de R$ 14 bilhões. O projeto foi criado em outubro de 2011 e mais de 4,6 milhões de alunos estão matriculados em algum curso ou já se formaram. O balanço foi feito nesta segunda-feira (7) pela presidente Dilma Rousseff, durante o programa Café com a Presidenta, em que destacou os dois anos do Pronatec, que atua em três eixos: com ensino técnico para quem crusao ensino médio; na qualificação profissional para o jovem ou o adulto e cursos para as pessoas que estão no programa Brasil sem Miséria, de forma a contribuir para que consigam um trabalho melhor remunerado. “Estamos formando profissionais para encarar o mercado de trabalho que exige cada vez mais qualificação. E estamos formando pessoas que querem abrir ou ampliar o pequeno negócio. Um país só se desenvolve quando seus trabalhadores são capazes de ter um trabalho qualificado”, disse ela, ao ressaltar que quase 70% dos estudantes do Pronatec são jovens até 29 anos; 60% deles são mulheres; e um terço é do Nordeste. (Bahia Notícias)