Foto: Reprodução

Com a proximidade das eleições, pode chegar à sua caixa de e-mail mensagens com assuntos como cancelamento de título de eleitor, convocação de mesários e regularização de cadastro. No corpo do comunicado, aparecem links que, ao serem acessados, transferem vírus ou software malicioso para o seu computador. O Tribunal Superior Eleitoral faz o alerta de que não envia correios eletrônicos a eleitores em nenhuma hipótese. Apenas os órgãos regionais (TREs) podem utilizar o tipo de comunicado para mesários, mediante autorização prévia dos convocados. As fraudes em nome do TSE também ocorrem com visitas na residência do votante. Indivíduos costumam ir até as casas dos eleitores, como falsos representantes da Justiça, para coletar dados pessoais. Alegam assuntos diversos, como atualização de cadastro e cancelamento de título eleitoral. Excepcionalmente, alguns TREs podem convocar pessoalmente quem reside em áreas de difícil acesso para atuar como mesários nas eleicões. Porém, é o próprio sufragista quem deve atualizar seus dados cadastrais ou regularizar sua situação eleitoral ao se dirigir a um cartório eleitoral. (Bahia Notícias)